clubinho-caatingueiro-associação-caatinga-educação-ambiental-no-clima-da-caatinga

Projeto no ‘Clima da Caatinga’ promove educação ambiental à distância para crianças e jovens

⠀⠀⠀⠀⠀
Para celebrar o Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro, de forma lúdica, o projeto “No Clima da Caatinga”, realizado pela Associação Caatinga com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, realizará na próxima segunda-feira (11), pelo Google Meet, uma edição especial do “Clubinho Caatingueiro”. A iniciativa consiste em atividades online e gratuitas de educação ambiental para crianças entre 06 e 11 anos, apresentando novas perspectivas acerca das temáticas ambientais, além de sensibilizá-las por meio de brincadeiras e rodas de conversa.

O encontro acontecerá em três horários diferentes: 8h30, 14h e 16h, sendo disponibilizadas 50 vagas para cada sessão. O projeto surgiu a partir de uma ideia de Aidee Araújo, estudante de Ciências Ambientais da Universidade Federal do Ceará (UFC) e voluntária da Associação Caatinga, que criou a iniciativa para adaptar as práticas em educação ambiental para o ambiente virtual em decorrência da pandemia do coronavírus e da política de isolamento social.

“O Clubinho visa integrar as crianças a assuntos relacionados ao meio ambiente de forma lúdica e prática, para que desde cedo possam compreender a importância da conservação da natureza, e no futuro próximo, se tornem jovens conscientes e sensíveis às questões ambientais, sendo agentes transformadores na sociedade”, explica Aidee.

Esta é a segunda edição do projeto. A primeira, realizada em julho de 2021, promoveu quatro encontros virtuais, que abordaram os recursos naturais, a fauna e a flora da Caatinga. Ao todo, foram contempladas mais de 100 crianças de todo o Brasil. 

O formulário para inscrição do Clubinho Caatingueiro está disponível neste link: formulário de inscrição

Sobre o “No Clima da Caatinga”

O projeto No Clima da Caatinga (NCC) – Fase IV contribuirá para a mitigação de efeitos potencializadores do aquecimento global por meio da conservação da Caatinga e consequente emissão evitada, fixação e emissão reduzida de CO2 associadas ao desmatamento. O desenvolvimento sustentável de comunidades rurais é uma das estratégias adotadas como forma de promover a resiliência destas comunidades às mudanças climáticas e à semiaridez. O projeto engloba os estados do Ceará e do Piauí, com influência direta em 7 microbacias hidrográficas nos municípios de Crateús (CE) e Buriti dos Montes (PI).

Sobre a Associação Caatinga

A Associação Caatinga (AC) foi fundada no Ceará em 1998 com o apoio do Fundo Samuel Johnson para a Conservação da Caatinga, tendo a missão de promover a conservação das terras, florestas e águas da Caatinga para garantir a permanência de todas as suas formas de vida. É uma entidade não governamental, sem fins lucrativos, que atua há 23 anos na conservação e valorização da única floresta exclusivamente brasileira, ameaçada e que concentra a maior biodiversidade entre as regiões semiáridas do planeta.